A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma doença crônica de causa multifatorial, que pode provocar lesões em órgãos vitais como o coração, o cérebro, rins e vasos sanguíneos, além de aumentar o risco para eventos cardiovasculares fatais e não-fatais. É caracterizada pela elevação sustentada da pressão arterial acima de 140/90 mmHg (os níveis são considerados normais quando igual ou menor do que 120 mmHg para a sistólica – PAS e