Praticar natação no outono é uma das melhores decisões que você pode tomar, pensando na saúde e na satisfação.

É claro que, quando se fala em natação, praticamente não existem contra-indicações quando se relaciona o esporte às estações do ano.

Mas existem muitos motivos pelos quais você não precisa se desesperar depois do verão, já que as temperaturas vão baixar um pouco.

Com alguns cuidados, você pode investir nessa opção de prática esportiva para não ficar parado a partir da entrada do outono.

Enfim, dê uma olhada em informações importantes que você precisa ter.

 

As características do outono

Antes de pensar em praticar natação no outono, que tal conhecer um pouco mais sobre a estação?

Assim, com mais informações, você vai perceber que as condições são ótimas para a prática dessa modalidade esportiva.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, as temperaturas médias no outono, no Brasil, ficam na casa de 19°C. Ou seja, como já se sabe, mais baixas do que no verão, claro.

Os picos, ao longo do dia, ficam na casa de 26°C. Cenário bastante confortável para a prática de esporte.

Evidentemente, ainda mais no Brasil, as situações podem variar, de dia para dia. Por isso, vale sempre a pena ficar de olho nas previsões.

O Nordeste e o Norte, principalmente, sentem um pouco menos essas variações. Nessas regiões do país, então, as temperaturas caem menos.

Além disso, outra característica do outono é o aumento de brisas e ventos, o que faz com que a sensação térmica seja um pouco mais baixa.

Finalmente, no outono, a umidade relativa do ar diminui um pouco, o que liga o alerta para que a hidratação esteja sempre presente durante a prática esportiva.

 

Natação no outono combina bem

Depois de conhecer as características dessa estação do ano, dá para entender por que a natação no outono é muito recomendada.

Primeiramente, as temperaturas não ficam tão baixas. Isso não é motivo para afastar as pessoas das piscinas.

Principalmente, aliás, levando em conta como é a ambientação do local onde se pratica o esporte. Em lugares fechados e climatizados, esse efeito é ainda mais minimizado.

Lembrando que, em média, as piscinas aquecidas registram temperaturas que variam de 29°C a 32°C, dependendo do público. Para as crianças, evidentemente, principalmente bebês, existe a necessidade de se manter a água com a sensação térmica um pouco mais quente, chegando ao limite desses números – variando de estado para estado.

 

Natação no outono para manter a boa forma

Como sempre, praticar natação no outono, ou qualquer outro esporte, tem como objetivo três coisas, essencialmente:

  • Manter a saúde em dia.
  • Manter a satisfação da prática esportiva e, assim, controlar o estresse.
  • E, consequentemente, manter a boa forma.

E por que o outono ajuda com isso, também?

Com as temperaturas um pouco mais baixas, o corpo gasta um pouco mais de energia para se manter aquecido. Assim, queima mais calorias. Consequentemente, isso ajuda no controle do peso.

O cuidado, aqui, é que, da mesma maneira, aumenta o apetite – mais uma vez, porque o corpo está queimando mais calorias para se manter aquecido. Por isso, é essencial estar atento a isso.

A natação é um dos esportes que têm gasto calórico elevado (ele varia de acordo com o estilo e a intensidade com que se nada). Esse conjunto de coisas se alia às condições do outono para que as condições sejam favoráveis.

 

Especialista aprova a natação no outono

Tudo isso que foi explicado mostra por que a natação no outono é uma boa opção. Mas sugere, também, que a perda de peso pode ser maior nessa estação.

Na lógica, pode funcionar. Mas Diego Leite de Barros, fisiologista do HCor, de São Paulo, atenta para a condição de cada indivíduo.

Não podemos generalizar, pois os resultados dependem da quantidade e da intensidade do exercício. E, principalmente, de uma alimentação adequada”, explica Diego, em matéria publicada no site oficial do HCor.

O fisiologista alerta para um problema: é preciso combater a preguiça de treinar, já que, com a sensação térmica mais baixa, existe uma tendência nas pessoas a se manterem aconchegadas em casa.

“É a redução dos estímulos físicos durante o outono e 0 inverno que nos faz gastar menos calorias com atividades físicas, além de diminuir o ritmo do metabolismo”, diz.

Consequentemente…

“É nesse período que tendemos a consumir alimentos mais calóricos, resultando em aumento de peso”, alerta Diego.

Por isso: cuidado com os excessos e para não cair na tentação. Fique atento!

 

Natação no outono, no inverno, no verão, na primavera…

Cada estação do ano, evidentemente, tem uma característica e demanda cuidados especiais.

Mas alguns deles valem para o período que for. E, mais especificamente falando de natação, é sempre importante deixar dois bem claros.

  1. Aqueça a musculatura do seu corpo antes de começar a nadar. Melhor do que o clássico alongamento é ativar a musculatura que será utilizada, como braços, pernas e core. Isso ajuda a evitar lesões.
  2. Pratique o esporte sob supervisão de um profissional. Seja para você ou para o seu filho, escolha bem os estabelecimentos ou os métodos que vai utilizar para fazer o esporte.

Portanto…

Seja você ou seu filho, não corra da piscina nunca! Muito pelo contrário: corra PARA a piscina! Natação no outono é tão importante e prazeroso como em qualquer outra estação do ano.

E, como explicado, tomando alguns cuidados, muda pouca coisa em relação ao impacto no indivíduo. 

Claro que, em dias mais frios, vale a pena ter um cuidado especial com os pequenos na transição entre vestiário e piscina. Cobri-los com toalhas ou roupões, por exemplo, é mais importante do que quando a temperatura externa está alta.

Mas, como dito, em um ambiente fechado e climatizado, o problema acaba sendo minimizado.

No restante, basta pensar em todos os benefícios que o esporte traz para o corpo e a mente e começar a girar os braços e bater as pernas.

Natação no outono é legal!

 

Natação no outono é com a MGB

Como natação é a nossa vida, não seria no outono que diminuiríamos o pique em relação ao incentivo do esporte.

Na Metodologia Gustavo Borges, estamos atentos o tempo inteiro, pensando e criando maneiras confortáveis para levar você e seus filhos para a piscina.

Nós nos preocupamos com tudo, da parte técnica à pedagógica, do atendimento ao marketing, para implantar a ideologia que realmente acreditamos para que a natação faça diferença na vida das pessoas.

Por isso, se você é dono de academia, gestor, diretor ou coordenador, e seu estabelecimento ainda não tem a Metodologia Gustavo Borges, entre em contato com a gente para mudarmos isso.

Se você quer colocar seu filho ou quer praticar natação, procure um estabelecimento credenciado pela MGB.

Educar por meio da natação. É nisso que acreditamos.

 

LEIA TAMBÉM:

Natação na escola: existem muitas vantagens para se apostar nisso

Educação por meio da natação: enxergue além de girar braços e bater pernas

Cinco motivos para aplicar a Metodologia Gustavo Borges no seu negócio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *